segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Leve desespero

Mergulhei naquele mar mesmo sem saber nadar
Mergulhei cheia de coragem e querendo arriscar
Mergulhei e vi o que ninguém mais viu
Mergulhei e o horizonte me sumiu

Afundei com muito medo
Debati-me como um peixe fora da água
Procurei socorro com a esperança de escapar
Mas ninguém podia me ouvir chamar

Chorei por dentro
Vi minha existência sumir
Pensei em toda a minha vida
Pedi um milagre ou um anjo

Acordei na minha cama
Com suor no corpo e o coração acelerado
Levantei depressa...
Vi você sorrindo ao meu lado


Nenhum comentário: